Manaus- A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) promoveu nesta segunda-feira (23), uma palestra em alusão ao “Dia Mundial do Combate ao Vírus do HIV” e também diagnóstico e tratamento da tuberculose. O encontro foi realizado no auditório da secretaria e teve como público-alvo seus servidores e estagiários. A ação foi uma parceria da Coordenação de Saúde do Sistema Prisional da Seap (CSSPAM), com a Fundação Cardoso Fontes, Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

O Amazonas é o estado com maior número de pessoas acometidas pela tuberculose, doença infecciosa e transmissível que afeta principalmente os pulmões, embora possa acometer outros órgãos e sistemas. A doença é a principal causa de morte entre as pessoas soropositivas.De acordo com a diretora da Policlínica Cardoso Fontes, a médica Irineide Antunes, “as pessoas privadas de liberdade têm um risco muito grande de adoecer de tuberculose e as pessoas que vão ter contato com eles também, logo estamos tentando reduzir esses casos por meio desse trabalho educativo”.

Ação permanente

Estão previstas ações de saúde acerca do assunto para janeiro e fevereiro do próximo ano para os apenados do sistema prisional do Amazonas. “A população encarcerada pertence ao grupo de risco. A partir de janeiro, eles estarão inseridos no cronograma anual das coordenações de saúde em nível estadual e municipal para atuar dentro das unidades prisionais”, disse a coordenadora da CSSPAM, Alyne Botelho.Na ocasião, os funcionários da Seap receberam preservativos e puderam realizar testes rápidos de HIV, hepatite B e C, Sífilis, e teste de escarro para diagnóstico da tuberculose.